Obras de remodelação da igreja paroquial de São Julião da Barra

Âmbito da intervenção

A intervenção da Igreja São Julião da Barra, a que este projeto procura dar resposta, pretende resolver primordialmente as diversas patologias construtivas que o edifício vai apresentando ao longo do tempo, bem como reformular o espaço interior adaptando-o a novas necessidades e funcionalidades, desde espaço litúrgico até à sacristia e núcleo da direção. Identificam-se diversas fragilidades que advêm das opções construtivas iniciais de carácter pragmático e de baixo custo, nomeadamente vulnerabilidades de impermeabilização e drenagens; desconforto térmicos e acústicos que têm particular impacto no propósito a que o edifício que destina.

A versão de estudo prévio indica caminhos de intervenção racionais do ponto de vista de adequação dos meios financeiros, mas também busca um espírito sustentável espelhada em soluções robustas e consistentes que permitam um baixo custo de manutenção e que resistam à evolução da construção.

A oportunidade de intervenção leva-nos necessariamente à atualização / modernização de alguns aspetos estéticos e artísticos, alinhados com as orientações do Concílio Vaticano II; mas também modernização de aspetos técnicos como a integração de novo sistema audiovisual e iluminação; e por fim em aspetos legais dando cumprimento a algumas exigências regulamentares como o regulamento de segurança contra incêndios.

Como podemos ajudar?

A igreja de São Julião da Barra foi concluída em 1991, sendo da autoria de Jorge Viana, que procurou que a sua construção tivesse custos reduzidos. Passados 33 anos, são visíveis várias patologias. Entre elas contam-se infiltrações de águas pluviais pela cobertura, coberturas do teto em chapas de fibrocimento, necessidade de pintura interior da igreja, ausência de conforto térmico (demasiado frio no inverno, quente no verão) necessidade de cumprir as exigências do SCIE, dar resposta ao auto de vistoria da CMO de 2018. Tendo em conta a idade da Igreja e os problemas atuais urge fazer obras.

A nossa paróquia vive das ofertas dos seus paroquianos e para poder concretizar o sonho de uma igreja reabilitada, tem que continuar a receber toda a ajuda possível e, por isso, solicitamos a vossa enorme generosidade. Pode fazer a sua transferência para a conta da CGD da nossa Paróquia, mencionando “obras”:

Todos os donativos para as obras das igrejas dão direito a um recibo para dedução fiscal. Precisaremos apenas dos seus dados (nome, morada e número de contribuinte). Muito obrigado!

IBAN - pt 50 0035 0454 0000 2902 0305 7